0 items - R$0.00

Telefones: (17) 3014.3578 - (17) 99215.1742 claro

       0 items - R$0.00

Controle do tabagismo usando a Hipnose

O que é fumar?
Fumar é um hábito aprendido que pode ser quebrado. O hábito de fumar pode estar relacionado predominantemente com aspectos biológicos, psicológicos ou comportamentais, mas para a maioria dos fumantes está simultaneamente associado a esses três aspectos, porém aproximadamente 5% dos fumantes não desenvolvem ativação dos receptores nicotínicos, não apresentando dependência biológica à nicotina e conseqüentemente não desenvolvem sintomatologia de afastamento.

A nicotina destilada na ponta acesa do cigarro chega aos pulmões, é rapidamente absorvida nos alvéolos concentrada nas veias pulmonares e alcança o ventrículo esquerdo para espalhar-se pelo corpo via circulação sanguínea. A nicotina chega ao cérebro entre 8 a 20 seg. após uma tragada. A maioria dos cigarros contém 8mg a 9mg de nicotina, dos quais o fumante obtém 1mg a 3mg. O fumante de um maço (20 cigarros) por dia obtém, em média, de 20mg a 60mg de nicotina ao dia.

Quando a nicotina invade o cérebro, um circuito realça imediatamente a atividade das células que liberam dopamina, que provocam a sensação de prazer. Dentro de segundos, essas mesmas células são bloqueadas e param de liberar a dopamina. A concentração de dopamina começa a cair e então o fumante sente vontade de acender outro cigarro.

A dificuldade para quebrar esse hábito não está relacionada com o tempo que uma pessoa fuma, mas sim com a forte dependência à nicotina, como ocorre com aquelas pessoas que fumam o primeiro cigarro logo que acordam pela manhã. A dificuldade para abandonar o hábito de fumar deve-se a vários fatores.

Imediatamente após fumar, a nicotina causa efeitos positivos no humor, na nicotina e reduz o apetite;
A nicotina, ao ativar o circuito da recompensa, causa “sensação de bem estar”;
Após algum tempo de exposição à nicotina, algumas semanas fumando, ao parar de fumar ocorrem os sintomas desagradáveis de afastamento, que são prontamente removidos pela exposição à nicotina do cigarro. Os sintomas de afastamento, são percebidos quando há uma redução entre 50% a 60% no hábito de fumar;
Os circuitos cerebrais que se adaptam à nicotina demoram a serem desativados. Geralmente, quem começa a fumar entre 14 a 17 anos e pára de fumar na idade adulta, após parar, a desativação total dos circuitos cerebrais demora em torno de sete anos;
Condicionamento, pela enorme repetição dos gestos de pegar um cigarro, levá-lo à boca, acendê-lo e fumar;

A administração freqüente da nicotina pelo ato de fumar condiciona o comportamento, que é maximizado quando o efeito da droga é simultâneo, com estímulos prontamente discriminados, e segue dentro de segundos a um comportamento específico. Há associação do ato de fumar algum local, alimento, pessoa, atividade, situação e horários;
Maior disponibilidade, menor custo relativo, comparado a outras drogas, ausência de séria conseqüência legal e propaganda de elevada qualidade. No Brasil existe um milhão de posto de venda de cigarros que são visitados pelo fornecedores semanalmente.

Vantagens de Ser não-fumante
Ao abandonar o cigarro aos 35 anos de idade, uma pessoa vive em média mais 8 anos e meio em relação a quem continuar fumando; as mulheres, parando aos 65 anos de idade, acrescentam quase 4 anos a mais na vida média e homens entre 1,4 a 2 anos. Segundo o estudo prospectivo realizado entre 1951 a 2001, entre médicos britânicos fumantes, parar de fumar aos 30, 40, 50 e 60 anos de idade acrescenta respectivamente 10,9,6 e 3 anos de vida;
O tabagismo é a principal causa conhecida evitável de morte e de doenças entre mulheres;
Em fumantes com doenças nas artérias coronárias, deixar de fumar reduz em 50% o risco de morte prematura;
Benefícios adicionais incluem: melhora do hálito e do cheiro, melhora do paladar, da percepção dos odores, melhora da vitalidade da pele, redução dos efeitos secundários da fumaça do cigarro para os familiares;
Aumento do desempenho nas atividades físicas e na prática de esportes;
Aumenta a auto-estima;

Fumar é cada vez menos aceito socialmente. É proibido fumar nos meios de transportes: elevador, táxi, metrô, trem, ônibus, avião. São considerados locais livres de cigarro: aeroporto, clínicas, hospitais, supermercados, repartições públicas, cinemas, teatros, museus, eventos esportivos em locais fechados e ainda restaurantes em muitas cidades e locais de trabalho em muitas empresas privadas.

Sintomas do Afastamento
Considerar os sinais e sintomas do afastamento como uma reação ao estresse causado no organismo pela nicotina. Esses sinais começam a ocorrer aproximadamente após 1 hora sem fumar, apresentam um pico em 3 ou 4 dias e duram 10 dias, em média. Algumas poucas pessoas apresentam essa sintomatologia durante 1 mês ou mais. As manifestações de afastamento são: humor disfórico, insônia, irritabilidade, ansiedade, frustração ou raiva, dificuldade de concentração, agitação, diminuição entre 5 a 12 batimentos por minuto na freqüência cardíaca, aumento do apetite ou ganho de peso.
Parando de fumar em 3 Seções
Os programas utilizando a hipnose para eliminar o hábito de fumar que são utilizados hoje em dia, variam desde consulta única até 12 consultas (onde o cliente vai determinar o melhor momento para abandonar o hábito). Cada especialista escolhe sua maneira de trabalhar.
Fonte: Curso de Hipnose Prática e controle do Tabagismo com Hipnose – Sociedade Inter-Americana de Hipnose).

Categories: Hipnoterapia

Comments are closed.

Copyright ©2018 - EMIVANIS - Todos os direitos reservados

INSTITUTO DA VIDA - Rua Maximiano Mendes, 354 - Santa Cruz - São José do Rio Preto - São Paulo